Emedix - Portal de saúde com informações sobre doenças, prevenção, tratamento, saúde no dia a dia, nutrição e qualidade de vida.
Imagens
Diretório de Saúde Dicionário Médico Medicamentos Genéricos Comunidades Virtuais
Saúde no dia-a-dia
linha
  Alimentação Saudável
linha
  Atividade Física
linha
  Saúde da Família
linha
  Vitaminas/Sais Minerais
linha
  Fitoterápicos
linha
Doenças e Prevenção
linha
  Artigos médicos
linha
  Perguntas & Respostas
linha
  Ponto de Vista
linha
Descobertas Científicas
linha
  Notícias da Semana
linha
  Arquivo de Notícias
linha
  Notícias Setor Saúde
linha
  Agenda de Eventos
linha
Variedades
linha
  Cartão virtual
linha
  Teste seu conhecimento
linha
  Pesquisas Online
linha
  Serviços ao Leitor
linha
sobre nós
linha
  Equipe
linha
  Colaboradores
linha
  Campanhas de saúde
linha
  Anuncie Conosco
linha
  Termo de Compromisso
linha
Desenvolvimento: Tecnoweb

Notícias Janeiro de  2004

Terapias hormonais podem oferecer benefícios às mulheres na pós-menopausa
Fonte: Science, 28/05/2004

"Apesar da grande divulgação do encerramento do estudo Women's Health Initiative, a comunidade científica não deveria descartar que as mulheres podem se beneficiar com a terapia hormonal após a menopausa", disseram os pesquisadores das universidades UC Davis, Duke e Harvard. Eles fizeram uma revisão da literatura científica sobre a biologia dos estrogênios e progestinas.

"Foi correto encerrar a pesquisa Women's Health Initiative", disse Judith L. Turgeon, da UC Davis School of Medicine. "Porém, nós não devemos generalizar os resultados dessa pesquisa e desconsiderar o potencial real que outras formas de terapia hormonal possam oferecer às mulheres na pós-menopausa.

Os estrogênios afetam vários tecidos do corpo. A secreção do estrogênio e da progesterona proveniente dos ovários diminui, durante a menopausa, que ocorre em média aos 51 anos. Posteriormente, o risco de doenças cardíacas e osteoporose aumenta. Derrame cerebral e demência são também associados com o envelhecimento.

"Os estrogênios e progestinas fornecem importantes benefícios à saúde das mulheres antes da menopausa", disse Turgeoon. "Nós precisamos permanecer abertos às possibilidades que esses mesmos hormônios ovarianos podem ajudar as mulheres após a menopausa".

A terapia com hormônios foi elaborada para ajudar as mulheres na pós-menopausa a manterem seus riscos de saúde nos níveis de mulheres mais jovens. Mas a prescrição dessa terapia foi amplamente abandonada pelos médicos após as pesquisas clínicas da Women's Health Initiative terem mostrado em 2002, que as mulheres submetidas à terapia de combinação do estrogênio com a progestina tiveram um risco maior de ataques cardíacos, derrames cerebrais e coágulos sangüíneos do que as mulheres tomando placebo. Entretanto, o estudo também descobriu que a terapia com hormônio ofereceu alguma proteção contra fraturas e câncer no cólon.

"Os estrogênios são importantes para manterem a função normal do cérebro e podem proteger contra a neurodegeneração", disse Wise, que conduziu inúmeros estudos em laboratório sobre os efeitos protetivos dos estrogênios no cérebro, durante o envelhecimento e após lesões. "Existem tantos benefícios potenciais dos estrogênios e da progestinas após a menopausa que terapias com esses hormônios não deveriam ser desconsideradas baseado em um simples estudo. Nosso objetivo é encontrar a formulação correta e circunstâncias que nos permitam preservar benefícios à saúde, ao mesmo tempo eliminando os riscos".

Existem muitos estrogênios e progetinas diferentes e cada um pode ter diferentes efeitos. Por examplo, o ovário humano produz vários tipos de estrogênio, incluindo estrona e estradiol. A preparação do estrogênio mais comumente usado nas terapias hormonais são provenientes de cavalos e contêm esses estrogênios assim como várias outras formas não secretadas pelos ovários humanos.

Os tecidos em todo o corpo respondem diferentemente aos mesmos hormônios. Por exemplo, tamoxifeno, uma droga parecida com o estrogênio, usada no tratamento do câncer de mama, boqueia os efeitos do estrogênio nos seios. Porém, tem um efeito oposto nos ossos e no útero, onde ele mimetiza os estrogênios.

"Diferenças sutis na estrutura do hormônio e nas células podem fazer uma diferença tremenda no resultado. Esse é o porquê dos efeitos dos estrogênios e progestinas específicos usados no estudo Women's Health Initiative podem não se aplicar a todos estrogênios e progestinas", disse Turgeon. "Se nós basearmos todas as nossas conclusões em uma única formulação, nós estaremos perdendo os benefícios que diferentes formulações e tratamentos podem conferir à saúde".

Os pesquisadores chamam a atenção que a forma como a droga é ministrada, por examplo por pílulas ou emplastros, também pode ser crítica em como ela afeta o corpo. Por exemplo, quando o estrogênio é tomado como pílula, como no estudo Women's Health Initiative, ele deveria ser processado primeiramente através do fígado, que responde produzindo diversas proteínas, algumas das quais são associadas com maior um risco de doenças cardíacas.

Porém, quando o estradiol é ministrado através da pele por meio de um emplastro transdérmico, essas proteínas não são afetadas. " Mais pesquisas sobre o papel dos hormônios em tecidos específicos são necessárias e mais estudos clínicos de diferentes formulações e meios para a administração das drogas são essenciais", disse Turgeon.


Enviar a um amigo

[voltar] [topo]

Atenção: As informações contidas neste site têm caráter informativo e não devem ser utilizadas para realizar auto-diagnóstico, auto-tratamento ou auto-medicação. Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

Proibida a reprodução, distribuição ou publicação, parcial ou total, do conteúdo deste site estando o infrator sujeito às sanções legais cabíveis.


Notícias 2004
Jan Fev Mar
Abr Mai Jun
Jul Ago Set
Out Nov Dez

Mais notícias:
1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014

+ notícias
marcador Alguns medicamentos anti-hipertensivos são associados a redução dos riscos de Alzheimer
marcador Hipertensão pulmonar: viagra usado para tratar crianças seriamente doentes
marcador O consumo de chá verde e preto reduz o câncer de próstata
marcador Memória visual tem limites de armazenamento
marcador Antidepressivos não são seguros para crianças
marcador Terapia genética para repor a função de células defeituosas do coração
marcador Exercícios são bons para reverter riscos relacionados com obesidade em crianças
marcador Pesquisa proporciona a primeira evidência sólida que o estudo da música promove desenvolvimento intelectual
marcador Vestir meias de compressão elástica reduz complicações após coágulos de sangue na perna
marcador Uso de antibióticos possivelmente ligado com o risco crescente de câncer de mama
marcador Óleo de fígado de bacalhau pode retardar o aparecimento de osteoartrites
marcador Vitaminas pouco auxiliam na prevenção de recorrência de derrame
marcador Probióticos são benéficos inclusive quando inativos
marcador Disfunção erétil: perda de peso e prática de exercícios podem melhorar condição
marcador Medir a pressão sangüínea em casa melhora o controle
marcador Prática de exercícios é mais crítica do que o cálcio para os ossos de adolescentes
marcador Terapias hormonais podem oferecer benefícios às mulheres na pós-menopausa
marcador "E-pacientes" são recursos valiosos para a saúde
marcador Colesterol: casca de frutas cítricas ajudam a reduzí-lo
marcador Componente do chá verde ajuda a matar células leucêmicas
marcador Vitamina E está associada com o baixo risco de câncer de próstata
marcador Ingerir mais alimentos ricos em soja poderia diminuir a expansão do câncer de mama.
Home Saúde no dia-a-dia: Doenças e Prevenção: Pesquisas Científicas: Variedades: Sobre nós:
Contato Alimentação Saudável Artigos Médicos Notícias da Semana Cartão virtual Anuncie Conosco
Newsletter Atividade Física Perguntas e Respostas Arquivo de Notícias Pesquisas Online Equipe
Diretório de Saúde Saúde da Família Ponto de Vista Notícias - Setor de Saúde Testes e Curiosidades Colaboradores
Medicamentos Genéricos Vitaminas e Sais Minerais Comunidades Virtuais Agenda Serviços ao Leitor Termo de Compromisso
Dicionário Médico Fitoterápicos
Mapa do site
Desenvolvimento:Tecnoweb - Tel: (0xx21)2523-9108
Todos os direitos Reservados. 2000 - 2014 ®
Pesquisar
Inicio Newsletter Contato
Ecard Recomendar Twitter